Profilaxia da febre reumática

PROFILAXIA FEBRE REUMÁTICA

 

PROFILAXIA PRIMARIA

-Penicilina G Benzatina    600.000 UI IM ( peso < 25 Kg ) – dose única

1.200.000 UI IM ( peso > 25 Kg ) – dose única

 

Este esquema pode ser a primeira escolha, mas podem ser usadas também a Penicilina V e Amoxicilina durante 10 dias, conforme esquema abaixo :

-Penicilina V   250 mg 4 x dia VO (de 6/6hs) até 25 kg – 10 dias

500 mg 4 x dia VO (de 6/6hs)  > de 25kg – 10 dias

-Amoxicilina  -  crianças – 50 mg/kg/dia VO – 8/8hs – 10 dias. Adultos:  500 mgs 8/8 hs

 

Nos pacientes alérgicos à Penicilina, a recomendação é a :

-Eritromicina  40 mg/kg/dia VO de 6/6hs – 10 dias. Adultos: 500 mgs 6/6 hs

-Clindamicina – 20 mg/kg para criança, divido 3 vezes ao dia e 300 a 600 mgs – 3 vezes ao dia para adulto – VO por 10 dias

-Azitromicna 12 mgs/kg em dose única diária para criança e para adultos – 500 mgs ao dia – VO – 5 dias

-Claritromicina 15 mgs/kg – 2 vezes ao dia para criança ou para adultos 250 mgs – 2 vezes ao dia durante 10 dias – VO

 

PROFILAXIA SECUNDARIA

-Penicilina G Benzatina      600.000 UI IM a cada 15 ou21/21 dias (peso < 25 kg)

1.200.000 UI IM a cada 15 ou 21/21 dias (peso > 25 kg)

 

-Pode ser usada ainda a Penicilina V 250 mg  -VO 12/12 hrs , uso contínuo, mas sempre como  esquema de segunda opção.

 

Nos alérgicos à Penicilina, recomenda-se a:

- Sulfadiazina 500 mg VO para peso até 27 kg e 1 gr VO para pacientes acima de 27 Kg, diário.

 

Já nos raros casos de pacientes alégicos à Penicilina e a Sulfas, recomenda-se a:

-Eritromicina VO 250 mg de 12/12 horas continuadamente.

 

DURAÇÃO DA PROFILAXIA SECUNDARIA:

1 – Febre reumática sem cardite – 5 anos ou até os 18 anos, o que for mais longo.

2 – Febre reumática com cardite sem sequela valvar ou com sequela valvar mínima – pelos menos durante 10 anos após o último surto ou até os 25 anos, o que for mais longo.

3 – Febre reumática com cardite e sequela valvar grave – pelo menos até os 40 anos. Alguns casos pela vida inteira (exposição ocupacional: médicos, enfermeiras , funcionários de creches, escolas).

 

 

 

Compartilhar:

Sem respostas para “Profilaxia da febre reumática”
Deixe um Comentário